Direitos humanos nas telas

Quarenta e uma produções de dez países sul-americanos compõem a programação da 5ª Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul, que começa amanhã, na Casa Amarela

DIÁRIO DO NORDESTE

Fortaleza é uma das 20 capitais do País a participar da 5ª Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul. As exibições acontecem, a partir de amanhã, na Casa Amarela Eusélio Oliveira, da Universidade Federal do Ceará (UFC). No Ceará, o evento segue até dia 14. Dentre os destaques do evento, uma homenagem ao ator Ricardo Darin, de filmes “O Filho da Noiva” e a Retrospectiva Histórica com a temática “Direito à Memória e a Verdade”.

{Natal está incluída na programação, confira no link no final da matéria}

Ao todo, serão apresentados 41 filmes, entre curtas e longas metragens, produzidos por dez países sul-americanos: Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela.

O evento terá como atração de abertura, no dia oito, o badalado “Abutres”, de Pablo Trapero, que acompanha a ação de um advogado inescrupuloso, interpretado por Darin, que vive de atender a vítimas de acidentes de trânsito e tirar, das seguradoras, o maior valor possível das indenizações, a fim de ter polpudas comissões.

Um dos filmes mais aguardados é “Batalha do Chile II – o Golpe de Estado”, segundo filme da trilogia sobre a ditadura Pinochet. O público poderá recordar, com os filmes da Retrospectiva “Direito à Memória e à Verdade”, a história das ditaduras que pipocaram pelo continente – aquelas que destruíram famílias, implantaram reinados de terror e tentaram calar a imprensa. “A História Oficial”, de Luiz Puenzo, e “Prá Frente, Brasil”, de Roberto Farias, além de “O Filho da Noiva”, de Juan José Campanella que retratam aquele certo período.

Programação

Amanhã

19h30 – Abertura: “Abutres”, de Pablo Trapero (Argentina/ Chile/ França/ Coreia do Sul)

Terça-feira

16 horas – “A Verdade soterrada”, de – Miguel Vassy (Uruguai/ Brasil);

“Rosita não se desloca”, de Alessandro Acito e Leonardo Valderrama (Colômbia/ Itália);

“A batalha do Chile II”, de Patricio Guzmán (Chile/ Cuba/ Venezuela/ França); “Vidas deslocadas, de João Marcelo Gomes (Brasil)

http://www.cinedireitoshumanos.org.br

MAIS INFORMAÇÕES

5ª Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul. De 8 a 14 de novembro, na Casa Amarela Eusélio Oliveira da UFC (Av.da Universidade, 2591). Gratuito.

Contato: (85) 3366.7772

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − 18 =

ao topo