Do Augusto Beco

Augusto, o Lula, me liga para explicar melhor os dizeres mal traçados deste blogueiro quanto às promessas… Ops! As tendências… Aliás, os projetos… Também não. Bom Lula, o presidente Augusto, disse estar farto de promessas e que suas palavras verbais se farão carne no Beco da Lama.

O presidente da Samba de todos nós cobrou ligação deste blogueiro sem tempo para melhor apuração. Afirmo que soltei algumas informações informais de cumpadres amigos justo porque na própria entrevista dada o próprio não adiantou nada. O jornalista Alexandro Gurgel também sentiu falta do plano de gestão da então chapa Nós do Beco. Só por isso.

Mas vamos aos (futuros) fatos, ditados por Lula enquanto este blogueiro apressado dirigia ou desviava dos obstáculos deste nervoso trânsito natalense, já com medo de uma segunda multa em menos de quatro dias por dirigir ao celular:

O samba lembrado no post anterior será chamado Sete em Ponto. E nada mais será que um “upgrade” ao projeto já realizado por Zizinho nas proximidades do Bar de Pedro, nas proximidades do Camelódromo. Também há a ideia de criar o Dançando na Lama – voltado, claro, para espetáculos de Dança nas redondezas da Cidade Alta.

Se era informação em off dada ao jornalista cumpadre de todas as horas etílicas, Rafael Duarte, o blogueiro já transcreveu sem saber e agora prefere corrigir: o projeto voltado às pessoas com HIV se chamará Arte Positiva e pretente outro propósito, melhor explicitado depois.

Segundo Lula, o também de popularidade em ascenção, já foi feito contato com o pessoal do Cineclube para firmar parceria para alguma ideia vinculada à Samba. E como foi adiantado, há a intenção de plantar no Beco 24 horas voltadas à cultura.

E uma outra proposta permanecerá uma interrogação capciosa. Este Diário do Tempo sabe, por enquanto, apenas do nome do… projeto, digamos: Cabaré Night Day.

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × quatro =

ao topo