Dois desafios iniciais para o novo gestor da cultura, Rodrigo Bico

Neste mesmo mês de janeiro, ano passado, titia Isaura conseguiu um feito, até onde sei, inédito à frente da Fundação Zé Gugu: a antecipação do anúncio da renúncia fiscal da Lei Câmara Cascudo de Incentivo à Cultura. Nos anos anteriores essa renúncia variou entre os meses de abril e junho. Com essa antecipação, a FJA possibilitou a realização de alguns projetos já no primeiro semestre do ano.

É sabido que a cena cultural do Estado acontece no segundo semestre por uma razão clara: a cultura potiguar depende fortemente das leis de incentivo. Com a renúncia próximo do meio do ano, os proponentes só conseguem captar os recursos para realizar seus projetos no segundo semestre – quando conseguem! E assim, o ano cultural no Estado começa bem depois do carnaval.

Penso, pois, que este é um dos desafios do novo dirigente da cultura potiguar. O quanto antes Rodrigo Bico conseguir, junto ao governador, os valores da nova renúncia e essa antecipação, melhor para os produtores e autores dos projetos. Planejamento é um dos fatores primordiais para o sucesso de qualquer empreitada. E a dificuldade de captação é outro incentivo para Bico buscar essa antecipação.

O outro desafio, mais desgastante, é cuidar urgentemente de lançar o edital do Carnaval 2015. Passou da hora e acho até sequer ser possível, diante de exigências jurídicas de prazo para recursos, etc. Mas lembro de outros editais lançados em cima da hora que atropelaram as normas legais e tudo ficou lindo e joiado. Enfim, o ano começou! Já se pode mostrar serviço e esses são verdadeiros desafios à nova gestão.

Jornalista por opção, Pai apaixonado. Adora macarrão com paçoca. Faz um molho de tomate supimpa. No boteco, na praia ou numa casinha de sapê, um Belchior, um McCartney e um reggaezin vão bem. Capricorniano com ascendência no cuscuz. Mergulha de cabeça, mas só depois de conhecer a fundura do lago. [ Ver todos os artigos ]

Comentários

There is 1 comment for this article
  1. Anchieta Rolim 10 de janeiro de 2015 15:05

    Então, que ele meta logo bico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo