Domingo na Praça

O projeto Domingo na Praça pode acordar do longo período de três anos de hibernação. Infelizmente pouco posso adiantar do que soube. Mas há o interessante de quem muito apoiou a iniciativa em reativar este que foi dos projetos culturais mais longevos e de sucesso do Estado. A produtora do Domingo na Praça, Cida Campello, também pensa em conversar com o presidente da Capitania das Artes, César Revoredo para estudar alternativas de financiamento, que não ultrapassam os R$ 15 mil. Se o Domingo na Praça ressurge pelas mãos do município, a Funcarte marca um golaço no início do campeonato, os artistas têm de volta um belíssimo espaço para socializar seus trabalhos autorais, a cidade mostra sua diversidade cultural e o público retorna à praça, que sempre foi do povo.

Lancei esta notícia ontem na coluna Arca Geral, do DN e Cida Campello me mandou e-mail para lembrar que o coordenador do projeto na versão antiga leu e também gente da capitania comentou a respeito, e indagou: “Quem sabe, né?”. Torço e torço muito pela volta do projeto. Cida lembra ainda que uma das mais repercutidas exposições do Domingo na Praça foi justamente do atual presidente da Funcarte, César Revoredo. “Lembro do empenho dele, que foi pessoalmente montar e ficou durante o evento. Ele deve saber a importância do projeto”, estimou a produtora. Deve, sim, Cida e espero que tenha o mesmo empenho, agora como gestor, de reativar nosso Domingo. Digo mais: acredito nas boas intenções de Revoredo e acredito que a coisa vai andar.

Comments

Be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP