DôMóValô na TV

Série independente do RN será veiculada pela primeira vez em canal aberto

A partir desta segunda-feira (12) e até 14 de novembro pílulas da mais preciosa cultura potiguar se misturarão à pasmaceira dos comerciais nos intervalos da TV.

É o DôMóValô, série de programetes de um minuto acerca do nosso patrimônio imaterial que serão veiculados todas as segundas-feiras no intervalo do RN TV 1ª edição, da InterTV Cabugi.

Os telespectadores se reconhecerão nos vídeos sobre literatura de cordel, joão redondo, ginga com tapioca, coco de zambê, boi de reis, bordado do Seridó, araruna, Newton Navarro, rabequeiros e congos calçola.

Vídeos mais longos e apro fundados sobre os mesmos temas (ou desdobramentos deles, como no caso da xilogravura para o cordel e recitas de ginga com tapioca) também poderão ser vistos na internet pelo site www.domovalo.com. Algumas pérolas da série, como o video em que o saudoso poeta Zé Saldanha – falecido recentemente – recita alguns de seus versos poderão ser vistos apenas na tela do computador.

Essa é a primeira vez que um canal aberto veicula uma série de produção independente no estado. O projeto foi concebido pela produtora Pixel a Gogo e a empresa House Cultura & Cidadania e todo realizado no Rio Grande do Norte.

É patrocinado pela Cosern através da Lei de Incentivo à Cultura Câmara Cascudo. Há mais 14 roteiros sobre o patrimônio material que serão produzidos de acordo com a chegada de novos patrocinadores.

O DôMóValô acontece no momento em que o Congresso Nacional aprova a Lei 116, que obriga os canais pagos a produzirem conteúdo nacional e deve movimentar a produção audiovisual em todo o país.

É uma conquista para o setor audiovisual e para a identidade do estado na medida em que ultrapassa os limites dos comerciais para mostrar, discutir e se aprofundar em temas ricos – às vezes esquecidos – da nossa cultura de forma moderna, ágil e bem produzida.

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 1 =

ao topo