Dos alhos e dos bugalhos

Por André Setaro

1.) Os momentos finais de O escritor fantasma (The ghost writer), de Roman Polanski, dão a medida certa de seu imenso talento como realizador cinematográfico, quando um bilhete é passado, na recepção de lançamento do livro, de mãos em mãos e, logo depois, no derradeiro plano que mostra o protagonista se desfazer dos originais do livro e os papéis que voltam, voando pela rua para se dar, então, a explosão dos créditos finais.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze + um =

ao topo