DoSol midiático

Não me recordo nestes meus cinco anos de profissão ou até mais de leitura jornalística um evento com tamanho espaço na mídia. E mídia espontânea, ressalte-se. A última divulgação em massa que me lembro foi o lançamento do livro de crônicas de Rodrigo Levino. O Festival DoSol conseguiu “invadir” os veículos impressos, os noticiários televisivos e spots radiofônicos por dias a fio. A internet sempre foi o veículo de maior devoção e propagação de Mr. Anderson Foca e seu projeto DoSol. No twitter chegou a ficar chato tanto comentário e elogios de tanta gente.

Confesso que sempre me surpreendo com a procura desenfreada pelos ingressos e o aglomerado de milhares de pessoas na Rua Chile nos dois dias de evento. No Mada há várias explicações plausíveis, até pela diversidade de estilos musicais, pelo local, etc. A filosofia do Festival DoSol é rock pauleira. Nunca penso que essa turma seja tão numerosa. E que bom que Natal aglomera dois festivais deste porte, de repercussão nacional. Parabéns a Foca, Ana Morena e companhia. O evento só ratifica o que todos desconfiam: o rock ainda manda!

Comentários

Seja o primeiro a comentar
  1. . 9 de novembro de 2009 8:58

    Parabéns ao casal DoSol, Ana Morena e A. Foca.
    Todo festival tem seu lado B, já disse e ou seuindo minha tese.
    No MADA, na Torre Malakoff, no DoSol, por aí vai…
    Mais uma vez fui a paisana e vi os bastidores, fui barrada sem nem tentar entrar. Pode? Foi o fim. Não, foi o começo do que levarei adiante mais ainda.
    Apesar de nem querer credencial, me desculpa Cristina Vidal, Atalija Lima e Denise Vilar, mas eu entrei e usei o banheiro do camarim!
    Sorry, queridas desconhecidas…
    Parabéns para Hugo (Recife Rock) e Vlamir (Mudernagem)

    Tamara Martins – ZamBa | Comunicaçã e Expressão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo