DUALIDADE

Por Bené Chaves

Na ânsia de despi-la

eu visto-me de prazer.

 

E na decepção de vesti-la

eu dispo-me de ilusão.

Bené Chaves

Comentários

Há 2 comentários para esta postagem
  1. Ednar Andrade 15 de abril de 2014 19:40

    Flutuante…Causando sonhares.E como disse nosso querido Marcos : poema gostoso.

  2. Marcos Silva 15 de abril de 2014 13:39

    Bonitas imagens simétricas. Pro meu gosto, dispensaria os pronomes EU. Mas isso é bobagem, trata-se de poema gostoso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo