e assim por querer-te os peitos

http://2.bp.blogspot.com/-fX-1sdOzN0A/T9bKDdmPvwI/AAAAAAAABR0/XpLb7XfvVyQ/s1600/Projeto+Tetas_Brenda+Nantes.jpg

IMAGEM: projeto tetas – brenda nantes

pagarei mesmo assim
– ainda que não queiras.
pouco valem estes tostões – quero teus peitos
e lançarei mão de tudo para vê-los cair de onde estão.
não há vantagem alguma em ganhar dinheiro
derramar da graça o pão dormido; quebrar o queixume
morno que atarraca as ventas dos desvanecidos.
– quero teus peitos: mornos ou frios
assim como estão ao surgir do dia – enrugados de si mesmos
cheirando à noite mal dormida.
eu sei que pesaste o sono e agora tua carteira grita,
que não há honra em vender-se em partes,
mas para que serve a vida se não para o comércio?
e as margaridas que de tanto esperar morreram no cio dos conventos esperando os assaltos?
não há como dizer não aos meus réis furados, não são eles os determinantes, é minha calça que se alterna nesta resistência
e sua mão que por magra saliva apalpa-me a vida como um transatlântico.
– eu sei que não quer, mas pegue e vamos dormir.

Filho de Apodi/RN é Jornalista, assessor de imprensa e eventos do Instituto do Cérebro da UFRN. Membro do coletivo independente Repórter de Rua, articulista no Jornal de Fato (www.defato.com) e organizador da Revista Cruviana (www.revistacruviana.blogspot.com).rinas & Urubus (www.aspirinasurubus.blogspot.com). [ Ver todos os artigos ]

Comments

There are 6 comments for this article
  1. Jarbas Martins 23 de Junho de 2012 9:19

    gostei, Poeta !

  2. carito 23 de Junho de 2012 10:49

    Também. Gostei muito.

  3. Lívio Oliveira
    Lívio Oliveira 23 de Junho de 2012 11:14

    Agradou-me o poema.

  4. Oreny Júnior 23 de Junho de 2012 17:56

    poetrix.,!

  5. Profa. Rita de Cássia 24 de Junho de 2012 8:16

    LIndo, lindo, grande poeta

  6. José de Paiva 26 de Junho de 2012 10:27

    Obrigado poetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP