E os R$ 221 mil?

Para ser ainda mais transparente, a prefeitura bem podia divulgar onde será empregado os R$ 221 mil que seriam pagos ao padre Fábio que, segundo ele disse no Programa do Faustão, volta a Natal em janeiro para mostrar seu novo CD. Pensei que viria para pregar o evangelho. Mas isso é coisa pra padre.

Já o padre Zezinho está longe da humildade santa de São Francisco. Claro. Mas talvez seja a mesma distância das celebridades da música e até da religião – caso de padre Fábio de Mello, ex-aluno de pe. Zezinho.

Pelo reconhecimento mundial, a carreira vitoriosa de quase cinco décadas, o padre mostra uma firmeza de caráter e sabedoria impressionantes. Uma entrevista de meia hora e uma conversa informal de outros 30 minutos mostrou que o ex-aluno Fábio está longe de superar o mestre Zezinho.

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − 15 =

ao topo