“E para que ser poeta em tempos de penúria?

Do crítico e ensaísta Andre Seffrin, por e-mail, sobre o poema “E para que ser poeta em tempos de penúria?, de Fernando Monteiro, publicado ontem no SP. Ainda hoje o poema estará também na nossa ESTANTE virtual, onde já figura outro poema longo de Monteiro, “Vi uma foto de Anna Akhmátova”.

Abaixo o e-mail de Seffrin:

Meu caro Fernando,

Estive fora da cidade, sem acesso a e-mail, e só agora consegui ler o seu belíssimo e fortíssimo poema – que tem a mesma têmpera dos homenageados, Hilda e Piva principalmente, e de todos os altos momentos de nossa poesia moderna.

Vou divulgá-lo entre amigos da poesia, isto é, da alta poesia.

Abraço do seu leitor de sempre,

André

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo