“E para que ser poeta”, no Rascunho

Deu no Twitter do @vida_breve

No Rascunho (aqui) deste mês (setembro), Fernando Monteiro publica a primeira parte do poema “E para que ser poeta em tempos de penúria?”, tributo a Roberto Piva.

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo