EDITORIAL – 4 anos do SP

E assim cheguei aos 4 anos do Substantivo Plural, doravante chamado apenas SP:
Pressão: 12 por 8
Peso: 55 quilos

Acreditem se quiser. Esses números são os mesmos de 30 anos atrás, quando estava na universidade.

Mas não são apenas os números acima, medidos na semana passada, que permanecem os mesmos. As idéias também. Materializadas nas escolhas editoriais e opiniões que compartilho diariamente com vocês. Com leves alterações pra algum gaiato não vir com aquela piada de que quem tem idéia fixa é doido.

Se esse blog já tivesse alcançado os 30 anos, isso poderia ser constatado facilmente, era só ir na ferramenta Buscas e checar os posts do passado remoto. Bem, daqui a 30 anos ainda estaremos firmes aqui no leme e isso poderá ser verificado.

Esse editorial anual, quando esboço o balanço de um ano de trabalho e alguns agradecimentos, é de praxe e cobrado por João da Mata tão logo raia o dia 1º de junho. É que o nosso Damata, mais ansioso que noivo em altar, também publica o dele, logo após o meu. Grato pela deferência amigo, mas se você quisesse publicar antes também não teria nada demais.

Os últimos doze meses foram, até agora, os mais trabalhosos e difíceis de todos para mim aqui no SP. Creio ser dispensando citar os inúmeros conflitos, mal entendidos, confusões e aborrecimentos gerados. Até deserções e acusações de censura enfrentamos. A coisa ficou realmente feia em alguns momentos. E eu fiquei de saco cheio várias vezes. Creio que vocês também.

Os últimos doze meses também foram, até agora, os mais ricos e interessantes de todos para mim aqui no SP. Aprendi em apenas um ano o que não aprendi nos três anteriores. Logo, as coisas negativas que citei no parágrafo anterior se transformam em positivas porque permitiram esse aprendizado.

Reconheço. Nem tenho razão de reclamar porque grande parte de tudo que ocorreu se deveu a mim mesmo. Por isso, aceitem minhas desculpas pelos erros do último ano, que não foram poucos. Em várias ocasiões fui excessivamente liberal. Pusilânime quando era para ser mais firme. Mas não foi por má fé ou outra razão inconfessável, muito mais por um defeito de fabricação. Simplesmente e quem me conhece de perto sabe disso, devido a ingenuidade de não querer desagradar, de tentar conciliar os inconciliáveis, de tolerar o intolerável em nome de uma pluralidade que os maus e desequilibrados confundiram com permissividade e falta de comando. No fundo, tudo coisas de um temperamento, este sim, de difícil mudança, que levaram alguns a se aproveitar.

Mas, independente dos aspectos negativos (positivos) a que fiz referência mais acima, respeitando a leitura de cada um sobre os mesmos, o SP continuou travando o bom combate, defendendo os movimentos, bandeiras e idéias que considero justos. E que para mim são os mesmos desde que me entendo de gente.

Mantivemos o mesmo ritmo de atualizações do blog e hoje acredito que postamos uma média de 30 posts/tweets por dia, sendo que no Twitter volto-me mais para textos gerais ou de política e economia e reservo o SP para o material cultural, mas sem engessar nada, às vezes coloco política no blog e cultura no twitter.

Introduzimos uma mudança que gostei, os últimos cinco comentários na página principal, acho que isso valoriza e estimula o debate. A outra mudança que prometi, um novo topo, não ficou pronto ainda, mas está a caminho, é possível que ainda este mês a gente possa contar com ele.

Não recebi ainda o relatório mensal da Locaweb, com o número de acessos de junho, mas em maio alcançamos 1.450 acessos únicos diários (você pode entrar várias vezes ao dia no SP, mas só contará uma vez) e milhares de páginas visualizadas. Começamos com 150 acessos diários.

Perdemos e ganhamos colunistas, quer dizer, ganhamos mais do que perdemos, então o saldo é positivo. São os colunistas que dão alma ao SP e a eles não tenho palavras para agradecer, iniciamos com três, lá no longínquo 2007, Nelson, Carlão e Carmen, agora são 19, e as mulheres – cada uma mais bonita que a outra, com todo respeito – rs – que eram minoria assumiram a hegemonia. Ainda bem!

E por último, mas não menos importante. Continuamos abusando da boa vontade de Nicolau Chiavenatto, que embora super ocupado, dando conta de dois cursos de engenharia e mais uma namorada, sempre nos socorre quando a coisa complica por aqui e ainda tem tempo para pensar melhorias para o blog, como a introdução dos comentários na página principal. Trabalho voluntário, ressalte-se, mas prestado como se pagássemos altas e merecidas somas por ele.

Aos leitores, meu sincero obrigado pela audiência. A caminhada tá apenas começando.

Despeço-me com um convite, extensivo a todos e todas, para um café no próximo dia 18, um sábado, a partir das 16 horas lá no Vanilla Café, na Avenida Jaguarari, idéia de duas das nossas meninas, Ednar e Anne, que apoiei com gosto.

T.C

Comments

There are 27 comments for this article
  1. demétrio diniz 10 de Junho de 2011 19:07

    Tácito, você é o meu herói. Parabéns, você já tem o reconhecimento de muita gente boa, além de garantir o prazer em editar a sua revista eletrônica. Ouviu o que Aldo Lopes disse? Que v. criou um espaço maravilhoso para a cultura.
    Parabéns!

  2. Lívio Oliveira
    Lívio Oliveira 10 de Junho de 2011 19:51

    Tácito, tanta coisa tenho pra falar sobre uma parte desses quatro anos…os incidentes (fui protagonista de vários), as grandes alegrias (idem, ibidem)…
    Mas, vou refletir mais, para poder falar com mais pertinência e adequação.
    Por enquanto, só tenho que falar o seguinte: parabéns por ser tão hábil, sensível e inteligente! O SPlural já está nos anais da história cultural do RN. Tenha certeza absoluta disso!

  3. Danclads Andrade
    Danclads Lins de Andrade 10 de Junho de 2011 21:27

    O Substantivo Plural é um orgulho para o Rio Grande do Norte, este estado que não é o meu de nascimento, mas o é de coração. O SP (Da Mata também não gosto da sigla SP, mas vá lá) sob o comando de Tácito tem sido um dos ícones da cultura no RN.

    Faz pouco tempo (outubro do ano passado) que eu comecei a enviar posts para SP,muito embora já fosse leitor assíduo. Durante este ano que passou fui espectador de alguns conflitos, desentendimentos, deserções,mas também de momentos de grande enriquecimento cultural. Novos colunistas e novos colaboradores vieram abrilhantar ainda mais este espaço, juntando-se aos que já se encontravam. No saldo, creio ter havido mais ganhos que perdas.

    E, salvo motivo de força maior, irei ao encontro dos pluralistas no Vanilla Café, no dia 18.

    Abraços a todos os pluralistas.

    PS: Tácito, aproveitando o ensejo, agradeço a acolhida nesta tua/nossa casa.

  4. Alex de Souza 10 de Junho de 2011 22:08

    Porra, Tácito, tu ainda quer estar por aqui daqui a 30 anos? Vai enterrar todo mundo nessa brincadeira, ô Niemeyer!

    Abraço.

  5. nina rizzi 10 de Junho de 2011 22:08

    vida longa, amigo. isso é uma falésia.

  6. Ednar Andrade
    Ednar Andrade 10 de Junho de 2011 22:14

    “E assim cheguei aos 4 anos do Substantivo Plural, doravante chamado apenas SP:
    Pressão: 12 por 8
    Peso: 55 quilos”

    (TC)

    Tácito, esta é uma feliz notícia… Que bom, que seja sinônimo de saúde. Fico feliz, amigo. Pela sua saúde e pelo encontro que se aproxima.

    E reforço, em meu nome e em nome da nossa querida Anne, o convite que fizeste a todos “para um café no próximo dia 18, um sábado, a partir das 16 horas lá no Vanilla Café”, na certeza de uma agradável tarde, onde teremos a feliz oportunidade de abraçar os amigos e comemorar os 4 anos do SP.

    Da minha parte, quero agradecer-te, mais uma vez, este meu primeiro ano de casa e parabéns, querido, pela garra e persistência, porque contigo, também, aprendi que não é fácil ser editor, por que aqui editas as emoções, o pensamento e os sentimentos até de alguns que se utilizam deste veículo tão importante que tem sido o SP para todos nós.

    Abraço, querido e até lá.

  7. Tácito Costa
    Tácito Costa 10 de Junho de 2011 22:34

    É só uma previsão pessimista, rapaz, na realidade acho que chego fácil a mais 50 no leme desta nau – rs.

  8. gustavo de castro 10 de Junho de 2011 22:44

    quatro velinhas para todos nós! parabéns amigo. ainda realizaremos o nosso tão sonhado staff coloquium papers, se deus quiser. abçs

  9. Ednar Andrade
    Ednar Andrade 10 de Junho de 2011 22:50

    Da Mata, querido, não sei onde foi parar o teu comentário, mas tive tempo de lê-lo.

    E li quando dizes que tem sentido falta de mim. Estou aqui. Tenho estado mais quieta, mais calada, lendo mais que postando. Daqui não saio, viu? Rsrs

    Sabe de uma coisa: também sinto falta de você. Ás vezes fico tentando ler os teus silêncios aqui. Só não te perdoo se faltares ao encontro. Não dá para abraçar um nome né?

    Que negócio é esse? Tácito está afirmando que estás batendo fofo. Eu também aguardo tua crônica.

    PS: Obrigada pelo carinho, querido, também gosto de ti, muito.

    Beijos.

  10. Anne Guimarâes 10 de Junho de 2011 23:49

    Editor, querido…
    Parabéns pelos quatro anos do SP e pelos próximos quarenta…
    Este lugar tem um grande significado para muita gente, para muitos olhares, porque antes de mais nada o Substantivo Plural é uma casa, uma família. Sinto-me feliz por fazer parte dessa história… por aprender diariamente com os meus colegas, por estar cercada de pessoas especiais, colaboradores, leitores e fakes… são muitas as essências deste lugar e que bom que Natal ganhou de presente nos últimos anos um espaço tão importante culturalmente, espaço que ultrapassa a barreira do virtual e é tão real como as nossas considerações fraternas. Dia 18 de junho estarei no Vanila Café para abraçar os colegas e compartilhar a alegria do nosso convívio. Quero agradecer a você, Tácito, por aceitar a nossa sugestão – minha e da doce Ednar – e deixar aqui o convite para que todos estejam conosco… celebrando a existência do SP!!!!!!!!!!!!!!
    Beijos poéticos….
    Luz e sonhos, sempre.
    🙂

  11. Suely Nobre Felipe 10 de Junho de 2011 23:58

    Tácito, meu querido amigo.
    A capacidade de fazer bem lhe distingue.
    Parabéns pelo salto de qualidade do seu SP.
    Parabéns a todos os seus colaboradores – Pelo tanto que lemos quase os conhecemos.
    Um forte e carinhos abraço

  12. Daniel Menezes 11 de Junho de 2011 1:10

    Opa,

    nós da Carta Potiguar parabenizamos a todos que fazem o SP.

    Estamos no mesmo barco.

  13. Marcos Silva
    Marcos Silva 11 de Junho de 2011 1:43

    Cheguei de viagem (trabalho) a tempo de dar um abraço em todos os pluralistas. Viva nós!

  14. Jarbas Martins 11 de Junho de 2011 6:15

    chego sempre tarde com meus elogios, tácito. verdadeiros,porém.o substantivo plural tem sido para nós, poetas, um laboratório.
    um espaço livre e democrático de produção de idéias.algo à parte, no campo
    das artes e da cultura, em nosso estado. parabéns, tácito.esta nau catarineta está em hábeis mãos.

  15. Edjane Linhares 11 de Junho de 2011 8:37

    É bom ser testemunha ocular (leitora) desta nau. Durante este tempo, o timoneiro e o seu leme acompanha com maestria o ritmo das marolas. A jornada é longa, mas a alma é leve.
    Com carinho,
    Edjane

  16. chico m guedes 11 de Junho de 2011 11:53

    parabéns e obrigado, Tácito!

  17. João da Mata
    João da Mata 11 de Junho de 2011 12:26

    Tácito, essa coisa da contagem é muita louca. Só eu acesso umas cem vezes por dia o SP. E conta uma.?. O pessoal da carta Potiguar ( gostei muito do xequemate ), tem milhares de acesso . Não que eu esteja comparando. Não que eu esteja com inveja. Só dizendo!

  18. João da Mata
    João da Mata 11 de Junho de 2011 12:47

    Nicolau, não tem como editar um comentário antes da sua aceitação e publicação, assim como podemos fazer com os posts? Com isso evitaria pedir a Tácito que corrigisse.

  19. Jairo Lima 11 de Junho de 2011 17:23

    Aí, magão, bola pra frente.

  20. Oreny Júnior 11 de Junho de 2011 19:05

    Parabens, Tácito!!
    O SP faz parte da minha família, eu que trabalho tão longe da minha terrinha, atualmente estou em MS e o acesso, lendo, postando é o que me faz bem. Muito obrigado pelos post e vida longa na gestão dessa casa democrática. Gostaria muito de poder ir ao café nesse dia 18, para poder conhecer os colegas pluralistas. Do SP, conheço você, o João da Mata que é meu primo e o Jarbas Martins, quando certa vez recitei o poema Fórceps ao pé do ouvido dele, no sebo vermelho do Abimael, na época era localizado em cima do Gimmy Lanches, na Princesa isabel.
    Abração e muita felicidade!!

  21. Rilke Vieira 11 de Junho de 2011 19:05

    mas que foi divertido foi! um ano e tanto. eu não vou nem dizer o que me fez mais rir pra não melindrar ‘ninguéns’.
    elejo como a melhor coisa do ano aqui a chegada do mombaça;
    e a pior coisa… deixa pra lá.
    no mais, tácito, é desejar sorte, e pulso forte na condução do blog, os desequilibrados, como você mesmo falou, deram apenas uma trégua, voltarão, não tenho a menor dúvida.

  22. @Aline_Patricia 11 de Junho de 2011 19:36

    Coisa boa chegar em casa cansada depois de tanto estudo e ler coisas tão agradáveis!
    Comecei a frequentar o SP ano passado, fiz a primeira visita curiosa e desde então me tornei leitora fiel, até me arrisquei em algumas postagens!
    Assisti a alguns dos conflitos citados, sua sensatez em saber pesar as experiências e reverter tais acontecimentos em aprendizado é algo admirável, Tácito!
    Mesmo não conhecendo nenhum pluralista pessoalmente, posso dizer que as leituras praticamente diárias me fazem tê-los como velhos conhecidos, aprendi muito neste e espaço e garanto que não largo mais! (risos)

    Abraços e vida longa ao Substantivo Plural!

  23. carito 11 de Junho de 2011 23:11

    Parabéns, Tácito! De grão em grão, imensigrão… Diverso em prosa! Independência ou mote – em nome da glosa!

  24. Esso 13 de Junho de 2011 16:30

    não irei ao café,
    mas brindo daqui mesmo …
    Vai fundo!!

  25. maria felix silva 14 de Junho de 2011 16:56

    Morro de inveja de não poder estar presente a este encontro.

    Quem sabe numa próxima oportunidade, terei o privilégio de ver de perto os poetas que admiro neste portal cultural e singular que é o SPlural.

    Acompanharei mesmo distante, pois já tinha me programado para uma conferência sobre Literatura.

    Mas, ergo a taça de vinho (ou a xícara de café?) daqui, desta minha ensolarada terra de Iracema.

    E já de antemão: Parabéns, a todos que fazem o SP.

    Beijos a todos e todas.

  26. Denise Araújo Correia 14 de Junho de 2011 21:16

    Tácito, parabéns ao Substantivo Plural, a todos nós leitores e a você, tão brilhante mentor. Você prestigiou-nos com este blog, sem sombra de dúvidas. Obrigado por isto.
    Beijos,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP