Egberto Gismonti

“Em coprodução com a Carmo de Egberto Gismonti, a ECM de Munique acaba de lançar, por enquanto apenas no mercado europeu, um ambicioso álbum duplo, o primeiro com material inédito, em 14 anos, para a gravadora alemã. Num deles está a suíte em sete movimentos Sertões Veredas – Tributo à Miscigenação, para orquestra de cordas, com cerca de 70 minutos, gravada em agosto de 2006 no Teatro Amadeo Roldán, em Havana, pela Camerata Romeu, integrada por 16 instrumentistas mulheres, regidas por Zenaida Romeu. No segundo CD, gravado em abril e maio de 2007 no Rio, Egberto compõe um duo ao lado do filho Alexandre; eles improvisam sobre dez criações gismontianas já bastante conhecidas, como Palhaço, Dança dos Escravos e Saudações.”

aqui

ao topo