Ela canta o sertão

Foto: Rodrigo Sena/TN

“Ela traz nos olhos a força de um candeeiro aceso, daqueles parecidos quando as equilibristas de lamparina colocavam o dedo no umbigo para que não apagasse a luz do caminho dos tropeiros, homens viajantes que levavam em si o sertão e mundo”. Michelle Ferret

aqui

ao topo