Encontro Natalense de Escritores confirma novos nomes

Com o propósito de conquistar novas adesões para a edição deste ano do Encontro Natalense de Escritores (ENE), o prefeito Carlos Eduardo se reuniu ontem (16), no Rio de Janeiro, com um grupo composto por alguns nomes representativos da literatura e da classe artística no Brasil.

A partir de contatos prévios feitos pelo prefeito e pelo diretor-presidente da Fundação Cultural Capitania das Artes (Funcarte), Dácio Galvão — que também participou do encontro, assim como o secretário municipal de Comunicação Social, Heverton de Freitas —, e da articulação do escritor Zuenir Ventura, espécie de consultor informal do ENE, outros literatos estão tomando conhecimento do evento, que a partir deste ano vai incorporar o Encontro Lusófono.

Na reunião desta terça, os escritores disseram que os eventos literários estão impulsionando a leitura e até a atividade da escrita no país. De acordo com o poeta e compositor Antônio Cícero, a multiplicação de lançamentos indica esse interesse crescente dos brasileiros pela literatura. Cícero, que participou do primeiro ENE, considera que o festival de Natal se encaixa com perfeição nesse contexto. Ele se prontificou a ajudar na atração de participantes para o Encontro, acenando até com a possibilidade de um pocket show com a cantora Marina Lima, sua irmã, durante o próprio evento ou ao longo de outras programações culturais do Natal em Natal.

O ENE 2013 começa a ganhar forma e algumas participações já estão definidas. O jornalista Mauro Ventura, colunista do jornal O Globo, por exemplo, confirmou sua presença em um debate sobre livros-reportagens. Ventura está iniciando carreira como editor de livros e será responsável pela área de Não-ficção Brasileira na editora Objetiva, uma das maiores do país. Ele também se dispôs a convidar o jornalista e escritor Geneton Moraes Neto para compor a mesma mesa de debate.

O escritor Flávio Carneiro acertou a participação em uma mesa sobre Literatura e Futebol, tema que será abordado em função da proximidade da Copa de 2014, que terá em Natal uma das sedes. Carneiro tem experiência na matéria, por ter sido curador de Literatura Brasileira durante a Copa da Alemanha, em 2006. Ele é autor de 13 livros, entre romances, contos e ensaios, e de dois roteiros para cinema.
ABL

Além da conversa com escritores e artistas na livraria Argumento, o prefeito Carlos Eduardo esteve com Dácio Galvão e Heverton de Freitas, na Academia Brasileira de Letras. Durante a visita à ABL, saiu com as confirmações dos escritores Murilo Melo Filho, Ivan Junqueira e Nélida Piñon no ENE.

Comentários

Há 10 comentários para esta postagem
  1. Marcos Silva 19 de abril de 2013 7:48

    Sofia:
    Obrigado pelo incentivo. Irei a Natal no dia 10 de maio (lançamento do livro VIVA LUIZ DAMASCENO), espero encontrar vc na ocasião.

  2. Damião Gomes 19 de abril de 2013 1:34

    Tomara que se faça uma boa mistura de nomes de fora e da boa prata da casa.

  3. Jois Alberto 18 de abril de 2013 14:15

    Dos convidados que estão sendo cogitados para o ENE/2013 gostei da lembrança do nome do poeta e tradutor Ivan Junqueira. E para que não tragam apenas convidados do eixo Rio-São Paulo seria bom convidar autores de outras cidades, como a sempre talentosa Nina Rizzi, que acaba de afirmar publicamente interesse em comparecer ao evento…

  4. sofia alice 18 de abril de 2013 14:04

    Professor Marcos apareça nesse encontro se poder.
    Eu tbm espero encontrar a nossa “velha guarda” lá.
    Mas , não apenas como ouvintes, e sim interagindo com o publico.
    Pois eu prefiro mil vezes ouvir e aprender com um autor local, do que com algum “boçal” do sudeste, que vem pra nossa cidade, “se achando” e na verdade apenas para passear nas praias e tomar água de coco.
    Eu vou ter que concordar e apoiar Thiago Gonzaga. Cade os nomes da nossa terrinha ?
    E tem mais, se não tiver autor local, eu não vou !
    Pronto ta falado.
    Hasta la vista, baby !

  5. Marcos Silva 18 de abril de 2013 11:06

    Espero que os coroas de ponta (Moacy Cirne, Sanderson Negreiros) e a juventude barulhenta que aparece neste SP (e em espaços semelhantes) se façam presentes.

  6. Mário Gerson 18 de abril de 2013 8:13

    Vem algum Prêmio Nobel?

  7. thiago gonzaga 17 de abril de 2013 17:21

    Encontro Natalense de escritores, sem escritores natalenses ?
    Pelo menos, por enquanto, é o que eu espero.

  8. Jarbas Martins 17 de abril de 2013 15:48

    Está certo, Marcos. Já que o meu poema UM VIETCONGUE VAI AO CINEMA (em parceria com Afonso Martins) não vai ser incluído no livro VIVA LUÍS DAMASCENO – este feito só de depoimentos sobre nosso amigo Luís – que seja o poema exposto no evento.É um poema verbo-visual: recitá-lo empobreceria demais este trabalho artístico.A grande arte do designer Afonso Martins não apareceria.O presidente da Cooperativa, José Willington Germano, está plenamente de acordo com a exposição.Abraços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo