Entre rinhas e saraus

FOTO: Paulo Papaleo

Por Mariana de Andrade

“No meio do caminho tinha uma pedra, tinha uma pedra no meio do caminho.” Quando Felipe Rima ouviu esses versos pela primeira vez, identificou-se na hora. Para ele, a tal pedra era o crack, droga que, desde pequeno, via desestruturar sua família.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze + quinze =

ao topo