Entrevista com Mário Chamie

– Ainda é possível a emergência de uma nova vanguarda na literatura? Por quê?

CHAMIE: A vanguarda, hoje, em termos de projeto e sistema radical de transformação coletiva da literatura, me parece improvável. Em tempos pós-modernos e “fractais”, como o nosso, a inovação artística e literária passa, antes de tudo, pela subjetividade livre e individual de cada autor.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 1 =

ao topo