Era da Imoderação

A dica é de Chico Guedes, no Twitter:

“O inventário das maravilhas que a vida pode oferecer são muito agradáveis e satisfatórios”, afirma o sociólogo polonês Zygmunt Bauman em Modernidade líquida, para logo em seguida ressaltar: “A suspeita de que nada do que já foi testado e apropriado é duradouro e garantido contra a decadência é, porém, a proverbial mosca na sopa. O mundo cheio de possibilidades é como uma mesa de bufê com tantos pratos deliciosos que nem o mais dedicado comensal poderia esperar provar de todos (…). A infelicidade dos consumidores deriva do excesso, e não da falta de escolha: ‘Será que utilizei os meios à minha disposição da melhor maneira possível’ é a pergunta que mais assombra e causa insônia ao consumidor”, analisa Bauman.

aqui

ao topo