Eric Rohmer

primaveraCena de “Primavera”, de Eric Rohmer

Há cerca de três anos, de passagem rápida pelo Rio, vi que estavam em cartaz os contos das quatro estações, do diretor francês Eric Rohmer, um dos integrantes menos conhecidos da Novelle Vague francesa. Não conhecia nenhum filme dele e fiquei muito interessado, mas não deu para assistir nada. Felizmente, a obra dele está sendo lançada em DVD e o “paulista” (da loja 7ª Arte) recebeu alguns títulos que adquiri. Já vi dois dos contos das quatro estações, Primavera e Outono (li há pouco num desses links abaixo que Inverno é o melhor – a conferir), mais A Colecionadora e A Marquesa D’O, um drama baseado no romance de Heinrich von Kleist, e com o qual ele ganhou o Grande Prêmio do Júri em Cannes em 1976. Rohmer dirigiu mais de 30 filmes. Excetuando-se “A Marquesa…” – drama de época -, os outros três que assisti tratam do relacionamento amoroso e seus encontros e desencontros. Filmes delicados e bonitos, embora em alguns casos, como em Primavera, haja excesso de verborragia (ex. uma discussão sobre filosofia kantiana durante um jantar), mas registro que é uma exceção, o filme, como um todo, também me agradou. Nos dois links abaixo tem informações sobre o diretor e sua obra.

aqui e aqui

Go to TOP