Escolha difícil

Se não me trai a memória os primeiros filmes de Kurosawa que assisti foram “Viver” e “Derzu Uzala” (foto). O mais recente, no ano passado, foi “Ralé”. No meio, vi os outros, “Ran”, “Trono Manchado de Sangue”, “Rashomon”, “Dodeskaden”… Fui gostando e vendo tudo do diretor, que considero um dos mais importantes do século XX e da história do cinema.

Como já assinalou Marcos Silva é muito difícil apontar a obra máxima de Kurosawa ou mesmo aquela que gostamos mais, sem cometer uma injustiça. Como, por exemplo, escolher entre “Ran” e “Trono Manchado de Sangue”? Ou entre “Viver” e “Derzu Uzala”? Em sendo assim, fico com a obra completa do diretor. Mas, para não acharem que fiquei em cima do muro, com os quatro filmes citados acima mais “Rashomon”.

Para quem não conhece ainda os filmes de Kurosawa recomendo a leitura do texto de Fernando Monteiro (aqui), publicado no SP, sobre o centenário do diretor japonês. É um bom ponto de partida.

ao topo