Escrever bem escrevendo mal

Por Ivan Lessa

Todos nestas ilhas têm como verdade universal que um dos melhores, se não o melhor texto, da literatura inglesa é o de Jane Austen.

Orgulho e Preconceito, Persuasão, Emma, Sentido e Sensibilidade, Northanger Abbey, para citar suas obras de 1811 a 1818, e que constituem o grosso – a bem dizer o fino – de sua produção literária, são estudados, adaptados para o cinema e a televisão, lidos e relidos não só para quem procura apenas uma boa leitura, mas todos aqueles que querem aprender.

aqui

Comentários

There is 1 comment for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 − quatro =

ao topo