Escritor argentino David Viñas morre, aos 83, em Buenos Aires

FOLHA DE SÃO PAULO

O escritor argentino David Viñas morreu na madrugada desta sexta-feira (11), aos 83 anos, em Buenos Aires, após o agravamento de uma infecção provocada por uma pneumonia.

O autor nasceu na capital argentina em 1927 e era uma das referências literárias do país. Deixou um ampla obra como romancista, ensaísta e dramaturgo.

Formado em letras pela Universidade de Rosário, ele fundou em 1953, ao lado do irmão, Ismael, a revista literária “Contorno”, de tendência esquerdista.

Em 1962 recebeu o Prêmio Nacional de Literatura pelo romance “Dar la Cara”. Voltaria a ganhar o prêmio em 1971, com o livro “Jauría”.

Na década de 1970 também seria premiado pelas peças “Lisandro” e “Tupac-Amaru”.

Militante marxista, Vinãs exilou-se no México e na Espanha após o golpe militar argentino de 1976.

Naquele período, os dois filhos do autor, María Adelaide e Lorenzo Ismael, foram sequestrados pelos militares e dados como desaparecidos.

Vinãs retornou à Argentina em 1984, quando foi nomeado professor de Universidade de Buenos Aires.

Comments

Be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP