“Euclides da Cunha: Uma Odisséia nos Trópicos”

“O livro “Euclides da Cunha: Uma Odisséia nos Trópicos”, do professor norte-americano Frederic Amory, foi o vencedor do Prêmio Euclides da Cunha, da ABL (Academia Brasileira de Letras).

O prêmio foi instituído no início deste ano, como parte das celebrações do centenário da morte do escritor e acadêmico, e concede R$ 30 mil para o melhor livro, inédito ou publicado depois de 1º de janeiro de 1999, sobre a vida ou a obra de Euclides.

“Euclides da Cunha: Uma Odisséia nos Trópicos” concorreu com outros 29 trabalhos, que trabalharam os temas fundamentais de “Os Sertões”: a colisão entre o litoral e o sertão, (a chamada “civilização” e a chamada “barbárie”), o messianismo, a viagem pela Amazônia para a conquista do “último Oeste”, os tratados e desafios diplomáticos sob a regência do Barão do Rio-Branco, a Campanha de Canudos, a superioridade de raças, a arte militar, as feições antropológicas e psicológicas do povo brasileiro.” (FSP)

ao topo