Exposição sobre Goethe começa segunda (12) na UFRN

Será realizada a partir de segunda, dia 12, prosseguindo até o dia 12 de abril, uma exposição sobre a vida e a obra do escritor e pensador alemão, Johann Wolfgang von Goethe, na Biblioteca Central Zila Mamede, da UFRN.

A mostra, com 45 telas compostas de imagens e textos, é bilíngue, em alemão e com tradução para português e fica aberta das 8 às 22h. A exposição, realizada em parceria com o Instituto Goethe, intitulado “Goethe – último gênio universal?”, apresenta as múltiplas realizações e contribuições do pensador nas diversas áreas da arte, ciência, política, literatura e cultura germânica em geral.

O evento de abertura ocorrerá no dia 12 de março às 19h na Biblioteca Central Zila Mamede, e conta com a presença do diretor do CCHLA, prof. Herculano Ricardo Campos, e do diretor regional do Instituto Goethe, Frank Emmerich.

A parceria com o Instituto faz parte da política de internacionalização que a Universidade Federal do Rio Grande do Norte vem desenvolvendo, juntamente com a iniciativa de cooperação científico e acadêmico entre Brasil e Alemanha, com o objetivo de incentivar uma maior interação cultural nesses dois países.

A exposição é coordenada pelo professor de Língua Alemã e Literaturas do Departamento de Línguas e Literaturas Estrangeiras da UFRN, Michael Manfred Hanke, que pretende promover outros projetos de cooperação institucional com o mesmo objetivo acadêmico.

Goethe

Um dos grandes colaboradores da literatura alemã como escritor, atuou também nos diversos campos da arte, como teatro, arquitetura, e artes plásticas. Na literatura como Poesia, tradutor, editor, também na cultura, ciência, filosofia, religião, história, arqueologia, jurídico, político, sistemas militares e economia nacional. Em suas obras literárias, destaca-se “Os Sofrimentos do Jovem Werther” e “Fausto”. Seus trabalhos sobre: mineralogia, geologia, química, meteorologia, biologia e morfologia possuem grande importância científica.

Ele também deu inicio a um novo método de aproximar o homem com a natureza, numa concepção do mundo expressa na fusão da intuição com o pensamento. Toda a sua obra evidencia uma busca incessante da sabedoria, em busca do conhecimento da suprema verdade. A ideia da exposição é mostrar como Johann Wolfgang von Goethe foi e ainda é influente em várias áreas e em todo mundo, como um “gênio universal”.

Para saber mais: Michael Manfred Hanke – professor de Língua Alemã e Literaturas do Departamento de Línguas e Literaturas Estrangeiras da UFRN, fone – 8133-2582.

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo