Família e parlamento

Vejo nas folhas que a Câmara dos Deputados quer definir, por lei, o que seja família. Coisa por si só eivada de equívocos, preconceitos e hipocrisia. Tudo bem. O parlamento define o que é família depois que a família definir o que é parlamento. Parlamento, segundo a família, é um conjunto de parlamentares eleitos livremente, sem compra de votos, que não se vendam para votar matérias que apreciarem, não recebam propina, não legislem em causa própria, não se envolvam em corrupção nem enganem os eleitores. Com um parlamento cabível nessas qualidades haverá autoridade moral para discutir outros segmentos sociais. Caso contrário, melhor será a viola no saco!

Ex-Presidente da Fundação José Augusto. Jornalista. Escritor. Escreveu, entre outros, A Pátria não é Ninguém, As alças de Agave, Remanso da Piracema e Esmeralda – crime no santuário do Lima. [ Ver todos os artigos ]

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo