felicidade geral

mautner
paêbirú

lula
paulo césar pinheiro
o importante é que nossa emoção sobreviva
massafeira
patativa a flor da pele
banda de pau e corda
flor de cactus
quinteto violado
teca calazans
elomar
nas barrancas do rio gavião
elino julião
o rabo do jumento
alceu, geraldo
brincando de água doce
as margens do velho chico
chico césar
no festival do forte em natal 1981
a lagoa de pitangui desconhecida

a felicidade era geral…

Comentários

Há 5 comentários para esta postagem
  1. Jefte Lemos 30 de abril de 2011 12:48

    Muito bem lembrado Elomar , Elino Julião … todos iguais e inigualáveis…

  2. Jarbas Martins 30 de abril de 2011 17:42

    parabéns, Oreny, pelo teu poema.

    acabei de passar pelo Entrelinhas Gritantes de Isadora, e deixar lá um comentário.que lindo o blog.leveza, magia, lirismo, emblemas gritantes da juventude.deparei-me, mais uma vez, com o teu poema, que muito me emocionou.gostaria de ter escrito um poema como o seu, e dedicar às minhas filhas.

    pena, caro Oreny, que o meu comentário não tenha chegado até Isadora.tem havido problemas, aqui, vez em quando, no meu computador.abs.

  3. Oreny Junior
    Oreny Junior 30 de abril de 2011 20:10

    obg jefte, jarbas…jarbas, realmente o blog dela é gostoso, leve, sprit du temps,…
    abs
    *a família fica em natal, trabalho em MS, terra de manoel de barros…

  4. carito 1 de maio de 2011 11:14

    na poemarqueologia a terra goza no tirraguzo à flor da peletransporte para um estado diorenysíaco!

  5. Jota Mombaça 2 de maio de 2011 14:37

    vou me abrigar debaixo do céu de carito

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo