O feminino e a natureza na arte de Silvana Benevides

Quando ficamos diante da materialidade da arte?

A arte é tangível?

Para a artista plástica Silvana Benevides, 43, a percepção de cores, formas e nuances são reveladas na materialidade de suas obras.

O feminino e a natureza_Silvana Benevides.2Dona da Exposição “Sussurros da Natureza”, em cartaz na Toque de Mídias, novo espaço cultural de Natal, na Avenida Senador Salgado Filho, ela reúne comunicação, moda, arte e também um café, em imagens que revelam um olhar único sobre a natureza, o feminino, e todo o equilíbrio entre força e doçura deste elementos em questão.

Boa parte das telas da exposição são em aquarela, uma pintura que parece fácil e que, no entanto, requer técnica, domínio e respeito ao espontâneo para mostrar a delicadeza dos traços:

“A aquarela não foi minha primeira opção. Comecei com lápis grafite e de cor, depois passei anos pintando com pastel seco, passei pra aquarela há cerca de 3 ou 4 anos e atualmente ando me familiarizando mais com a acrílica também. Mas meu amor pela aquarela é incondicional. Primeiramente, não é tão fácil quanto parece, pintar com aquarela. É uma técnica que requer treino e domínio para ser aproveitada plenamente em todas as suas características de transparência, luz, fluidez. E o que mais me encanta nesse material é o fator surpresa, pois em certo sentido a aquarela tem vida própria já que só vemos seu resultado final depois que está completamente seca. Além disso, gosto de misturar a aquarela a outros materiais como o pastel oleoso, o seco, acrílica e ao nanquim”, explica Silvana.

A temática do feminino já faz parte da identidade de suas obras.

Ela conta que isso aconteceu naturalmente e de maneira intuitiva, desde muito cedo.

O feminino e a natureza_Silvana Benevides“Comecei a pintar o tema ainda criança e o trago comigo até hoje, porém quando comecei a pensar no processo das minhas obras, associei o tema à natureza utilizando a mulher como uma personificação mística da mãe terra, demonstrando a força e a delicadeza feminina simultaneamente em comunhão em e com a natureza”. A construção de “Sussurros da Natureza”, segundo ela, está associada à mensagem de reflexão e contemplação acerca da natureza, dos sentimentos que ela nos aflora, “e do chamado às nossas raízes que ela nos faz e até mesmo da preservação do planeta”.

Silvana se destacava em atividades artísticas e artesanais desde pequena, em atividades escolares ou por iniciativa própria.

Mas foi na adolescência que conheceu materiais como o pastel seco e a aquarela.

Aos 15 anos, ela trabalhava em uma agência de publicidade como desenhista técnica, e seguiu como autodidata até 2013,  até cursar artes visuais na UFRN.

Exposição Sussurros da Natureza

Artista: Silvana Benevides

Horário: 9h às 18h (seg a sexta) 8h às 12h (sábados)

Local: Toque de Mídias, Avenida Salgado Filho, 1653-B (em frente ao Nordestão e colado com a loja Clarin) – Fone: 84 2030 3440

As obras estão à venda e têm preço médio de R$ 44,00 a R$ 800,00.

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo