Festival Dosol, MADA e MPBeco são selecionados em premiação da Funarte

A Fundação Nacional de Artes (Funarte) publicou hoje as listas de selecionados do Prêmio Funarte de Programação Continuada para a Música Popular 2015. O total de investimentos é de quase R$ 6 milhões. E na lista de centenas de projetos estão cinco potiguares, sendo três festivais de música: o Festival Dosol 2016, o MADA e o IX MPBeco. E ainda os projetos Palco Dom Vinícius e o Centro Cultural Dosol.

Este Prêmio vai contemplar 44 projetos na área de música, distribuídos em dois módulos: Módulo A e Módulo B. No Módulo A, foram selecionados projetos para desenvolvimento da programação artística que venham apresentando ao público espetáculos de música popular brasileira de forma continuada. Em cada um dos módulos, serão distribuídos sete prêmios no valor de R$ 200 mil e 15 prêmios no valor de R$ 100 mil.

Portanto, cada projeto se inscreveu para receber R$ 200 mil ou R$ 100 mil. Se a comissão selecionou 100 projetos, apenas os sete melhor avaliados receberão R$ 200 mil e 15, R$ 100 mil. Isso em cada Módulo. Ou seja: 22 projetos no Módulo A e 22 projetos no Módulo B, totalizando os 44. E entre esses 44 projetos que, a priori, receberão os recursos, estão apenas dois dos cinco projetos potiguares selecionados: o Festival Dosol e o MADA.

No Módulo A, de projetos com palco continuado na música, foram selecionados os projetos Centro Cultural do Sol e Palco Dom Vinícius, com valor de R$ 200 mil. No entanto, pelo ranking de seleção, nenhum dos dois ficou entre os sete primeiros. O Centro Cultural Dosol foi aprovado em nono e o Palco Dom Vinícius (sinceramente, desconheço esse projeto), em vigésimo segundo. Ou seja: faltam apenas dois para o CCDosol chegar lá.

Já o Módulo B vai contemplar projetos de realização de festivais e mostras de música popular, nacionais ou internacionais. Neste Módulo foram aprovados os três festivais de música potiguares. O Festival Dosol foi aprovado com recurso de R$ 100 mil. E o MADA e o MPBeco, com R$ 200 mil. Mas estão dentro do ranking de contemplados apenas o Dosol e o MADA, aprovados em nono e sexto lugares, respectivamente. O MPBeco ficou no distante 52º lugar.

Resumindo: temos, por enquanto, o Festival Dosol com R$ 100 mil e o MADA com R$ 200 mil. Digo por enquanto porque de acordo com o edital, os interessados têm prazo de dois dias úteis, portanto, até a próxima sexta, para interpor recursos à Comissão de Seleção. Quem sabe o Centro Cultural Dosol, que está ali na rabeira, não consegue mais esse recurso? Já o MPBeco, se depender dessa verba, passa mais um ano em branco.

Jornalista por opção, Pai apaixonado. Adora macarrão com paçoca. Faz um molho de tomate supimpa. No boteco, na praia ou numa casinha de sapê, um Belchior, um McCartney e um reggaezin vão bem. Capricorniano com ascendência no cuscuz. Mergulha de cabeça, mas só depois de conhecer a fundura do lago. [ Ver todos os artigos ]

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 4 =

ao topo