Festival Recifense de Literatura

“O Brasil está mergulhado num faz-de-conta”, dispara o escritor João Silvério Trevisan. Pessimismo? Pode ser, mas é a opinião de alguém que discute literatura e cultura e é ativista dos direitos homossexuais no Brasil desde a nada saudosa ditadura militar. Convidado do 8º Festival Recifense de Literatura – A Letra e a Voz, João Silvério Trevisan profere hoje a palestra Existe literatura homoerótica?, na Livraria Cultura (R. Madre de Deus, s/n, Bairro do Recife), às 17h.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 1 =

ao topo