FestNatal será realizado de 9 a 12 na Fiern e Assembléia Legislativa

Formatada aos 45 do segundo tempo, a programação oficial do Festival de Cinema e Vídeo de Natal foi anunciada e as sessões das duas mostras previstas acontecem entre 9 e 13 de dezembro em dois locais: no auditório da Fiern, à tarde, serão exibidos os documentários da Mostra Vidas na Tela; enquanto a Assembleia Legislativa abriga os filmes da mostra competitiva principal à noite – das cinco ficções escaladas, duas já passaram pelo circuito comercial no RN: “Faroeste Caboclo”, inspirado na música homônima da banda brasiliense Legião Urbana, e a comédia “Vendo ou Alugo”.

Um dos destaques entre os documentários é o longa “Um ser humano que a gente quer guardar”, de Silvio Coutinho, em homenagem a atriz veterana Ruth de Souza – Coutinho já confirmou presença e acompanha a exibição em Natal. O filme está fora de competição, figura apenas como produção convidada. Outro nome que confirmou presença foi a produtora Elisa Tolomelli, do doc “Margaret Mee e a Flor da Lua”, sobre uma ilustradora botânica dos Estados Unidos que morou por décadas no Brasil. Dentre os principais festivais de cinema do país, o FestNatal é o único que abre espaço exclusivo para exibição de documentários em longa-metragem.

Viabilizado através do edital Cine Natal, iniciativa da Prefeitura/Funcarte que disponibilizou R$ 100 mil (brutos) para cobrir todas as despesas do evento, o FestNatal aguardava confirmação desses recursos para iniciar de fato sua produção. “Foi um ano atípico, tivemos poucos dias para montar a programação, mas o importante é voltar ao cartaz. Esse é o grande mérito”, avaliou Valério Andrade, crítico de cinema e idealizador do festival. Para ele, é “mais difícil recomeçar que começar”: “Este ano vamos fazer um festival bem modesto, dentro das possibilidades”, justificou.

Valério informou ser difícil escapar de incluir filmes que já foram exibidos, devido o período de realização do FestNatal. “Como somos o último festival do calendário, ficamos um pouco encurralado nesse assunto”, esclarece. Este ano o evento não conseguiu ocupar nenhuma sala de cinema, e a tentativa de exibir no Moviecom – como em edições anteriores – esbarrou no fato da rede ter desativado o sistema digital: “Eles estão substituindo os equipamentos, e hoje a maior parte dos filmes está formato digital. Conseguimos pauta na Fiern e na Assembleia, foram os dois lugares disponíveis”, disse o idealizador, ciente do risco de ter um público reduzido durante as sessões. “Não tínhamos outras alternativas”, lamenta.

Valério Andrade participou de encontro entre promotores de festivais durante o Goiamum Audiovisual e adiantou que tem “todo interesse em encontrar uma forma de acomodar todos os eventos em uma agenda pré-definida”.

Programação

 Vidas na Tela

. 16h no auditório da Fiern

Dia 9/12 – “Sorria, Você está na Barra”

10 – “A Alma da Gente”

11 – “Histórias Íntimas”

12 – “Margaret Mee e a Flor da Lua”

13 – às 15h “Combinando a Malandragem”; e às 17h, “Um ser humano que a gente quer guardar” (fora de competição)

Mostra Competitiva

de Ficção

. 21h no auditório da Assembleia Legislativa

Dia 9 –

“Anita e Garibaldi”

10 – “Faroeste Caboclo”

11 – “Vendo ou Alugo”

12 – “Mão na Luva”

13 – “Vazio Coração”

Serviço

 FestNatal, de 9 a 13 de dezembro na Fiern (tarde) e Assembleia Legislativa (noite). Informações: festnatal2013.blogspot.com.br

 

FONTE: TRIBUNA DO NORTE

Comments

Be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP