FHC, vôlei e Chávez

Amigos e amigas:

A entrevista de FHC revela uma desconhecida faceta esportiva dele: é um craque em vôlei, cercado por bolas que os entrevistadores levantam generosamente. A versão do presidente acidental – eu diria desastroso – evidencia absoluta identidade com Chávez (o comediante mexicano): foi sem querer querendo.
Agora, só falta ele relembrar o que leu: Maquiavel, Hobbes, Weber mesmo. Já pensaram num príncipe sem querer, num Leviatã sem querer, numa política como vocação sem querer?
Aquele senador potiguar não está sozinho no renascimento da literatura humorística e nosso cordão de candidatos a Nobel de Literatura (ficção delirante) cada vez aumenta mais.
Abraços a todos e todas:

Nasci em Natal (1950). Vivo em São Paulo desde 1970. Estudei História e Artes Visuais. Escrevo sobre História (Imprensa, Artes Visuais, Cinema Literatura, Ensino). Traduzo poemas e letras de canções (do inglês e do francês). Publiquei lvros pelas editoras Brasiliense, Marco Zero, Papirus, Paz e Terra, Perspectiva, EDUFRN e EDUFRJ. Canto música popular. Nado e malho [ Ver todos os artigos ]

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo