FHC/Entrevista

fhcEl País: As grandes crises, segundo o clichê, criam oportunidades de mudança.

Cardoso: Talvez esta crise produza uma aceleração da consciência de que é preciso fazer algo. Mas isso depende da liderança, da liderança com visão. Houve mudanças positivas, como a eleição de Obama. Seria necessária uma visão americana à Roosevelt por parte de Obama. A visão de Roosevelt foi muito ampla, às vezes ingênua, mas é bom que um líder tenha uma visão ampla e generosa como a que ele teve nos EUA antes da guerra, e depois para a Europa durante a guerra. Também é preciso que a China assuma suas responsabilidades; tem uma visão muito para dentro, é preciso mudá-la. E é necessário que a Europa assuma uma posição protagonista; há um enorme déficit de presença europeia.

Entrevista de Fernando Henrique Cardoso ao El Pais.

aqui

Go to TOP