Filmes brasileiros no Oscar 2015

O POVO (CE)

Título original: Três filmes brasileiros estão na disputa pela indicação ao Oscar 2015

Um curta e dois documentários brasileiros estão entre os pré-selecionados em diferentes categorias do Oscar

Os documentários Helena, de Petra Costa, e This is Not a Ball, do artista plástico Vik Muniz; além do curta- metragem O Caminhão do Meu Pai, de Maurício Ozaki, foram pré-selecionados a concorrer ao Oscar 2015, em diferentes categorias.

O Caminhão do Meu Pai é a primeira coprodução entre Brasil e Vietnã e conta com uma equipe técnica brasileira e elenco vietnamita. O filme angariou reconhecimentos em mais de 15 eventos cinematográficos mundo afora. A trama narra a história de uma menina que descobre que, além de transportar trabalhadores rurais em seu caminhão, o pai contrabandeia animais para abatedouros especializados em carne canina.

O paulistano Maurício Osaki explica que escolheu filmar no Vietnã por ver no país uma “mescla de culturas” semelhante à do Brasil. Ele conheceu o Sudeste Asiático ao fazer mestrado em Cingapura e diz ter se interessado pela “mudança de valores nas novas gerações” causada pela modernização na região. “Isso tem um impacto cultural em todos os âmbitos e, logo, na alimentação também”.

Segundo Osaki, os vietnamitas entendem que “cada animal tem uma condição e uma função bem distinta, que vai da ajuda no trabalho do campo e passa pela alimentação”. “A carne canina é uma iguaria, no entanto muitos abatedores também usam cachorros como animais de guarda e de estimação”.

No filme, há um questionamento não verbalizado do comércio de carne canina, por parte da menina. O diretor diz que a perspectiva da protagonista é baseada nos seus amigos vietnamitas “mais jovens, que amam seu país e sua cultura, mas, assim como em todas as partes do mundo, também tendem a questionar valores e tradições herdadas”.

Documentários

Elena, de 2012, conta a busca da diretora Petra, em direção a sua irmã, Elena, a partir da leitura de seu diário. Filmes caseiros, recortes de jornal, diários e cartas são as únicas pistas de Petra Costa. A jornada é costurada pelas emoções e impressões
das personagens.

O documentário de Vik Muniz foi produzido para a TV americana. O artista plástico construiu uma imensa obra de arte com 20 mil bolas de futebol no estádio Azteca, no México, e depois em um campo na favela do Vidigal, no Rio de Janeiro.

O resultado dos filmes indicados será divulgado no dia 15 de janeiro de 2015, em Los Angeles. A festa do Oscar está marcada para 22 de fevereiro no Teatro Dolby, de Hollywood, Los Angeles.

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo