Filmes que disputarão Leão de Ouro em Veneza

NO GLOBO

A comédia dramática de Sofia Coppola ”Somewhere” (foto) e ”Black Swan”, de Darren Aronofsky, terão sua première mundial no Festival de Venecia, foi divulgado nesta quinta-feira.

Ao todo, 22 filmes de 11 países disputarão o prestigiado Leão de Ouro.

O diretor da Mostra, Marco Mueller, disse em uma coletiva de imprensa, que o filme de Aronofsky substituiu ”The American”, protagonizado por George Clooney, da seleção inicial. O longa de Clooney nem sequer será exibido no festival, e estreará nos Estados Unidos, contou Mueller.

O diretor alemão Tom Tykwer apresentará seu novo filme, ”Drei”, e o tunisiano Abdellatif Kechiche voltará a Veneza com ”Venus Noire”.

O festival, de 1º a 11 de setembro e terá 79 estreias mundiais no total.

Confira a lista dos selecionados para a disputa pelo Leão de Ouro:

”Black Swan,” de Darren Aronofsky, EUA

”La Pecora Nera,” (Black Sheep), de Ascanio Celestini, Itália

”Somewhere,” de Sofia Coppola, EUA

”Happy Few,” de Antony Cordier, França

”La Solitudine Dei Numeri Primi,” (”The Solitude of Prime Numbers”), de Saverio Costanzo, Itália

”Ovsyanki” (”Silent Souls”), de Aleksei Fedorchenko, Rússia

”Promises Written in Water,” de Vincent Gallo, EUA

”Road to Nowhere,” de Monte Hellman, EUA

”Balada Triste de Trompeta” (”A Sad Trumpet Ballad”), de Alex de la Iglesia, Espanha

”Venus Noire” (”Black Venus”), de Abdellatif Kechiche, França

”Post Mortem,” de Pablo Larrain, Chile

”Barney’s Version,” de Richard J. Lewis, Canadá

”Noi Credevamo” (We Believed), de Mario Martone, Itália

”La Passione” (The Passion), de Carlo Mazzacurati, Itália

”Jusan-nin no shikaku” (”13 Assasins”), de Takashi Miike, Japão

”Potiche,” de Francois Ozon, França

”Meek’s Cutoff,” de Kelly Reichardt, EUA

”Miral,” de Julian Schnabel, EUA

”Noruwei no mori” (”Norwegian Wood”), de Anh Hung Tran, Japão

”Attenberg,” de Athina Rachel Tsangari, Grécia

”Di Renjie zhi Tongtian diguo” (”Detective Dee and the Mystery of Phantom Flame”), de Tsui Hark, China

”Drei” (Three), de Tom Tykwer, Alemanha

E um filme surpresa.

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 + quinze =

ao topo