Filosofia com café

“… as boas maneiras de ler hoje, é chegar a tratar um livro como se escuta um disco, como se olha um filme ou um programa de televisão, como se é tocado por uma canção: todo tratamento do livro que exigisse um respeito especial, uma atenção de outra espécie, vem de uma outra era e condena definitivamente o livro. Não há nenhuma questão de dificuldade nem de compreensão: os conceitos são exatamente como sons, cores ou imagens, são intensidades que convêm a você ou não, que passam ou não passam. ‘Pop’ filosofia. Não há nada a compreender, nada a interpretar.”

[Gilles Deleuze – foto – Cartografias do desejo, de Féliz Guattari e Suely Rolnik]

Esse e muitos outros nomes da Filosofia para download, aqui
*

Comentários

There is 1 comment for this article
  1. José Saddock de Albuquerque 19 de julho de 2011 22:43

    Nina, não conhecia esse blog. Muito bom, muito bom mesmo… Valeu!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo