Fliporto já é lusófono

Vejam aí o release enviado pela assessoria da Fliporto: a festa literária do Porto de Galinhas já é lusófono desde já. Receberá, por exemplo, o angolano Agualusa e uma moçambicana aí que desconheço.

Fliporto promove encontro com a literatura

A literatura não é somente uma atividade solitária e introspectiva. A dinâmica da cultura contemporânea revela que leitores em todo o mundo procuram discutir publicamente suas impressões sobre leituras, livros e autores. O sucesso dos blogs e sites interativos, além dos debates literários realizados em feiras literárias internacionais, aponta para novas tendências no consumo da arte da escrita. A Fliporto (Festa Literária Internacional de Porto de Galinhas), que ocorre de 05 a 08 de novembro na praia de Porto de Galinhas (PE), aposta nessa confluência de ideias e em sua quinta edição se consolida como roteiro cultural, ao lado de mostras literárias já consagradas com a Festa Literária de Paraty (FLIP), no Rio de Janeiro, e a Festa de Literatura de São João Del-Rey, em Minas Gerais.

São quatro dias de eventos, com debates literários, circuito gastronômico, sessões de cinema, shows públicos e atividades lúdicas para o público infantil. Neste ano, a Festa Literária Internacional de Porto de Galinhas agita o balneário mais badalado do litoral sul pernambucano com uma programação compacta voltada para a divulgação da literatura iberoamericana. O tema desta 5° edição, “Literatura iberoamericana: interdependências e contemporaneidade”, integra o projeto conceitual da Fliporto, que se inspira na reflexão da tradição cultural brasileira, para discutir suas raízes e desdobramentos. No ano passado, a conexão entre a África e a América Latina orientou as discussões temáticas do evento, cujos destaques foram escritores renomados como José Eduardo Agualusa (Angola), Pauline Chiziane (Moçambique) e Affonso Romanto de Sant’Anna (Brasil).

Coordenada pelo escritor e advogado Antônio Campos, membro da Academia Pernambucana de Letras, com produção executiva de Eduardo Cortes, idealizador da mostra, a Fliporto conta neste ano com a curadoria do jornalista Mário Hélio Gomes. Doutor em Antropologia pela Universidade de Salamanca (Espanha), Mário é coordenador da Editora Massangana, da Fundação Joaquim Nabuco. Segundo o jornalista, a diversidade da grande Ibéria norteia a festa literária que confirma a participação do uruguaio Eduardo Galeano, na conferência de abertura da festa. O homenageado deste ano é o escritor pernambucano João Cabral de Melo Neto, profundo conhecedor e amante da cultura hispânica.

O evento reserva, ainda, palestra com os espanhóis Jorge Diaz e José María Merino, a portuguesa Inês Pedrosa, diretora da Casa Fernando Pessoa e o venezuelano Fernando Báez, autor de História universal da destruição dos livros. “Consideramos primordial a valorização dos aspectos mais profundos da Iberoamérica em cada encontro que promove a Fliporto. O diálogo é a nossa primeira palavra-chave: diálogo entre os países, entre as culturas, entre os escritores, entre as pessoas”, confirma Mário Hélio.

São quase 40 autores que participam de um grande evento multicultural no qual lançamentos de livros, noite de autógrafos e espaços de experimentações com as novas tecnologias como literatura no celular e E-books serão promovidos. “Um dos principais objetivos de uma festa literária é aproximar o leitor do escritor, que se torna mais fácil em um ambiente no qual as atenções estão menos dispersas”, revela Campos.

Os ingressos e passaportes de acesso às palestras da Festa Literária Internacional de Porto de Galinhas (Fliporto 2009) poderão ser adquiridos através do site www.fliporto.net, na Livraria Jaqueira ou ainda através de trocas por pontos do Bomclube. Os ingressos serão comercializados sob o formato Palestra (R$ 5,00 cada), Diária (R$ 15,00) e Passaporte completo (R$ 50,00), que contempla toda a programação literária do evento.

A Fliporto é realizada na Praia de Porto de Galinhas, localizada no município de Ipojuca, a 53 km do Recife. Famosa por suas águas cristalinas e suas piscinas naturais, Porto de Galinhas é um dos principais polos turísticos da costa nordestina. Desde 2005, o balneário recebe a Fliporto, que entra definitivamente na rota do turismo literário, tendência explorada em todo o mundo com a realização de feiras e festivais em paisagens paradisíacas e contemplativas.

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo