FOLIAS NA e DA PERNAMBUCANAGEM

Jomard Muniz de Britto, jmb folião

01. Difícil recomeçar diante de tamanhas
cooptações e permissividades.
02. Esta numeração pode ser desordeNADA
ao sabor dos 3, 30, 300, 3000 leDORES de
José Telles, tergiversando maresias etílicas.
03. A rosa vermelha do CAIRO em busca de
um pacto democrático sempre carente.
04. O fenômeno Marcelo (Reginaldo) Rossi
superou multidões do Galo da Madrugada
e das procissões das padroeiras.
05. Nunca jamais em tempo algum opções
de A até Z se abençoaram enquanto
classes médias da fé.
Sem furor nem ciências nem filosofias.
06. Além de Iemanjá, 2 de fevereiro findou
sendo o dia da cultura enfileirada.
07. À margem dos POEMAS de Daniel
Lima, o mais jovem poeta sem front,
eiras nem beiras, etárias e zodiacais.
08. O novo dia será 15 de fevereiro, terça,
19h, no auditório da Livraria Cultura.
Aos que sempre acreditam em abismos.
09. Vamos todos passarinhar sem claudicar.
10. Nunca jamais seremos os mesmos depois
de reler Daniel Lima, popfilósofo bem antes de
Deleuze e seu intérprete Roberto Machado.
11. Est’Etica NA e DA politicidade.
12. Que o novo Ministro da Justiça também
releia seu parente CARDOZO, Joaquim.
13. Diante da lulista-loquacidade, viva a
retórica do silêncio da ex-primeira dama.
14. A MTV contra todo tipo de preconceito.
15. Pelo dialogismo paulofreiriano de
Obama-Dilma-HU Jintao. Tal e qual nada
igual. Com Açucar & Afeto sem poupanças.
Recife/fevereiro/2011.

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 − 5 =

ao topo