Foto inédita mostra Dilma em interrogatório em 1970

REDAÇÃO ÉPOCA

A RÉ DILMA – Dilma na sede da Auditoria Militar no Rio de Janeiro, em novembro de 1970. Ao fundo, os oficiais que a interrogavam sobre sua participação na luta armada escondem o rosto com a mão (Foto: Reprodução que consta no processo da Justiça Militar)

A vida quer coragem (Editora Primeiro Plano), do jornalista Ricardo Amaral, chega às livrarias na primeira quinzena de dezembro. A foto abaixo, inédita, está no livro que conta a trajetória de Dilma Rousseff da guerrilha ao Planalto. Amaral, que foi assessor da Casa Civil e da campanha presidencial, desencavou a imagem no processo contra Dilma na Justiça Militar. A foto foi tirada em novembro de 1970, quando a hoje presidente da República tinha 22 anos. Após 22 dias de tortura, ela respondia a um interrogatório na sede da Auditoria Militar do Rio de Janeiro.

Comentários

Há 2 comentários para esta postagem
  1. Jóis Alberto 3 de dezembro de 2011 12:12

    Dilma era uma moça bonita e corajosa, sob todos os aspectos. Por isso, ainda hoje, acredito, ela é uma mulher bonita, corajosa e íntegra!

  2. Lívio Oliveira 3 de dezembro de 2011 9:38

    Esses militares não estavam escondendo as caras da vergonha. Estavam apenas esfregando óleo de peroba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo