FOTOGRAFIA: Um Seridó de serras, aves, xique xiques, macambiras e paisagens deslumbrantes

O currais-novense Adriano Santori se volta às paisagens e temas sertanejos do seu rico Seridó. São registros de quem sabe reconhecer as nuanças da região, as práticas do dia-a-dia, tão comuns e tão ricas em tradição; as paisagens de imensidões; os detalhes rústicos… Neste ensaio, Adriano nos mostra Cerro Corá (Casa de Taipa com pé de manga), Serra do Chapéu (serra do chapéu com craibeira florada), Gargalheiras (semente de mulungu, Acari), Alto do Caboclo (Pássaro Acauã, Currais Novos), Apertados (Currais Novos), Talhado do Gavião (por do sol, Carnaúba dos Dantas), Pico do Totoró (homem no carro de bol, Currais Novos), Bulhões (homem colhendo coentro e homem queimando xique xique, Acari), Os Beneditos (Casa branca com imbuzeiro, Acari), Serra da Rajada (Facheiro com macambira, Carnaúba/Parelhas), e o Mirador (flor de gogoia, Currais Novos). E esses registros também inspiram o fotógrafo a pintar. Adriano também é pintor e poeta. Se ele despeja suas fotografias sertanejas no blog Sertão Dourado, junto com Eugênio Oliveira, suas pinturas a óleo, demasiado realistas, podem ser vistas no blog Adriano Santori – Da Ribeira do Acauan. Apreciem:

unnamed (1)

unnamed (2)

unnamed (3)

unnamed (4)

unnamed (5)

unnamed (6)

unnamed (7)

unnamed (8)

unnamed (9)

unnamed (10)

unnamed (11)

unnamed (12)

Jornalista por opção, Pai apaixonado. Adora macarrão com paçoca. Faz um molho de tomate supimpa. No boteco, na praia ou numa casinha de sapê, um Belchior, um McCartney e um reggaezin vão bem. Capricorniano com ascendência no cuscuz. Mergulha de cabeça, mas só depois de conhecer a fundura do lago. [ Ver todos os artigos ]

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 − 6 =

ao topo