‘Frank – A Voz’

Por André Barcinski
FOLHA DE SÃO PAULO

Em ‘Frank – A Voz’, James Kaplan busca entender o que faz de Sinatra, ‘Sinatra’

Ele foi o primeiro popstar do mundo. Numa época em que as “big bands” de Benny Goodman, Tommy Dorsey, Glenn Miller e Artie Shaw, e as orquestras de Count Basie e Duke Ellington lotavam teatros e faziam contratos polpudos com gravadoras, ele, sozinho com sua voz, era o centro das atenções. Ele era Frank Sinatra.

Acaba de sair no Brasil mais uma biografia de Sinatra: “Frank – A Voz”, do escritor e jornalista James Kaplan. O título do livro usa o epíteto que o assessor de imprensa de Sinatra, o engenhoso George B. Evans, criou para definir aquele instrumento único, que fez de Sinatra o cantor mais amado, invejado e desejado de sua época: “A Voz”.

Kaplan, que escreve para a revista “The New Yorker” e fez biografias de Jerry Lewis e do tenista John McEnroe, passa boa parte do tempo tentando explicar o que fazia a voz de Sinatra tão especial. E consegue, em passagens bonitas como essa: “aquela coisa indefinível composta de solidão e necessidade, ambição infinita, inteligência para contar histórias e musicalidade intensa.”

O livro não traz grandes novidades sobre a vida e a carreira de Sinatra, um dos artistas mais dissecados e pesquisados da cultura pop. Kaplan faz um ótimo trabalho de coletar informações, mas parece mais interessado em tentar entender o que faz de Sinatra, “Sinatra”.

Filho de uma mãe dominadora, que trabalhava de parteira e também ganhava a vida fazendo abortos, Frank dizia só ter medo de duas pessoas na vida: da mãe, Dolly, e de Tommy Dorsey, o genial e genioso “band leader”, que foi seu patrão. Também era obcecado em superar Bing Crosby, seu grande ídolo. “A Voz” termina em 1953. James Kaplan já anunciou que prepara um segundo livro, cobrindo a segunda metade da vida de Sinatra. Que venha logo.

LIVRO

Frank – A Voz ***

AUTOR: James Kaplan

TRADUÇÃO: Pedro Maia Soares

EDITORA: Cia. das Letras

QUANTO: R$ 69,00 (2013, 752 págs.)

 

DVD

FRANK SINATRA – A MAN AND HIS MUSIC TRILOGY ***

Caixa que reúne três especiais de TV que Sinatra gravou entre 1965 e 1967. No primeiro, ele canta sozinho, com uma orquestra regida por seus arranjadores Nelson Riddle e Gordon Jenkins; o segundo tem participação da filha, Nancy Sinatra, e o terceiro, de Ella Fitzgerald e Tom Jobim.

ARTISTA: Frank Sinatra

GRAVADORA: Universal Music

QUANTO: R$ 45 (preço médio)

 

CD

ESSENTIAL FRANK SINATRA WITH THE TOMMY DORSEY ORCHESTRA ****

Sinatra sempre sonhou em cantar com Dorsey, a quem considerava um gênio da música e que foi uma figura paterna para Frank. Mas o pupilo logo eclipsou o mestre e partiu para a carreira

solo, deixando Dorsey atordoado.

ARTISTA: Frank Sinatra e The Tommy Dorsey Orquestra

GRAVADORA: RCA

QUANTO: R$ 30, CD duplo, importado (preço médio)

*

LIVRO

O GRANDE GATSBY ****

F. Scott Fitzgerald; tradução de Humberto Guedes (Geração Editorial, 204 págs., R$ 29,90)

A breguíssima adaptação do cineasta Baz Luhrmann para o clássico de F. Scott Fitzgerald pelo menos serviu para uma coisa: o relançamento do livro, com uma apresentação de Ruy Castro.

*

DISCO

Jack White – Live in New York 2012 ***

Jack White (Coqueiro Verde, R$ 25)

Na primeira parte do show, White é acompanhado por sua banda feminina; na segunda, por um grupo masculino. O show traz, além de músicas de seu ótimo disco solo, “Blunderbuss”, faixas do White Stripes e dos Raconteurs. O DVD foi dirigido pelo ator Gary Oldman, amigo de White.

*

FILME

A NOITE DOS DESESPERADOS ****

Sydney Pollack (New Line Home Vídeo, R$ 29,90)

Lançamento em DVD de um dos melhores filmes de Sydney Pollack (1934-2008): “A Noite dos Desesperados” (1969). Passado em 1932, no meio da Grande Depressão, é um drama sobre um concurso de danças que promete dinheiro a quem ficar por mais tempo de pé. Uma das melhores atuações de Jane Fonda no cinema.

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo