Frente Feminista realiza Ato Político dia 8 de Março no centro da cidade

O mês de março é de extrema importância para a reafirmação da luta
feminina. O sinal de alerta soa a cada nova violência escancarada na mídia
ou omitida dentro de casa. Mas, não iremos nos calar e nossas vozes ecoarão
nas ruas de Natal no próximo dia 8 – data que se comemora o Dia
Internacional da Mulher, em Ato Político “Nem silenciosas, nem silenciadas.
Mulheres nas ruas por liberdade e autonomia”, com concentração a partir das
13h, na Prefeitura Municipal do Natal.

mulheresAs ações começam nesta sexta-feira, dia 4, às 14h no Diretório Central dos
Estudantes (DCE), no Setor I da UFRN, com a Oficina de produções de
materiais e Ensaio da batucada feminista. No mesmo dia, às 17h30, no
anfiteatro do Laboratório de Comunicação da UFRN (LABCOM), acontece o
Cine-debate, com exibição do filme “As Sufragistas”. Filme que trata sobre
o direito das mulheres de votar, iniciado no fim do século XIX. Não é
necessário fazer inscrição para participar das atividades.

*Cenário atual*    

Em meio a conquistas e retrocessos é preciso mostrar o cenário
desfavorável, nocivo e, sobretudo violento em que nós, mulheres, estamos
inseridas. E quando se trata da realidade vivenciada pelas brasileiras, o
país ocupa a infeliz 5º posição no ranking global de assassinatos de
mulheres, de acordo com o Mapa da Violência contra as Mulheres de 2015. São
cerca de treze mortes por dia.

A não legalização do aborto é outra questão que precisa ser evidenciada.
Hoje, o aborto, é um problema de saúde pública no Brasil, sendo a 5ª causa
de morte materna do país, segundo o Conselho Federal de Medicina. As
mulheres que morrem em decorrência de procedimentos de abortos malsucedidos são as que vivem em condições de pobreza, a margem da sociedade.
As mulheres negras são as principais vítimas desses procedimentos.

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + quatro =

ao topo