Garrincha

garrincha
(Brasil x URSS. Garrincha “torpedeia” Lev Yashin – “O Aranha Negra”. Pelé esperava o passe).

De pernas tortas,
Abrindo portas,
A entortar zagueiros…
E os “joões” estrangeiros
Caíam feito dominó
Só de olhar dava dó.
E num ia-não-ia
Era mais um que caía
Nos dribles dele de novo
Para alegria do povo.

(Danclads Lins de Andrade).

PS: Só para lembrar um tempo em que o Brasil era sinônimo de bom futebol.

Brasileiro, nordestino, alagoano, advogado, cidadão comum, simples habitante deste planeta decadente... Rs... [ Ver todos os artigos ]

Comentários

Há 2 comentários para esta postagem
  1. Danclads Andrade 16 de setembro de 2011 7:00

    Poeta, depois de ver aquele joguinho do Brasil, me lembrei de Mané e fiz estes versinhos. O meu velho também fala maravilhas de Garrincha que o considera melhor até que Pelé. Obrigado, Anchieta!!

  2. Anchieta Rolim 15 de setembro de 2011 18:02

    Maravilha Danclads, se meu velho ainda estivesse por aqui com certeza iria te agradecer pela homenagem ao velho Mané Garrinca e concordar com sua critica. Parabéns!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo