Gilberto Freyre digital

Digitalização do acervo de um dos mais importantes sociólogos do século XX aproxima a sua obra do mercado editorial e prova a atualidade de suas ideias.

aqui

Comentários

Há 3 comentários para esta postagem
  1. Jarbas Martins 2 de agosto de 2011 15:10

    Li um texto de Roland Barthes sobre ele,Fernando.Gostei.Mas não dei muita atenção sobre o que Florestan Fernandes falou sobre a obra do autor de “Casa Grande & Senzala, não..Essas minhas leituras são tardias, grande Monteiro.À época do meu engajamento político,eu seria capaz de incendiar uma biblioteca que tivesse em suas prateleiras um livro de Freyre.Ou até de um Guimarães Rosa.Como se vê, sou suspeito.Não posso andar por aí falando de equívocos, não.

  2. Fernando Monteiro 2 de agosto de 2011 11:15

    Talvez ensaísta ainda mais equivocado do que original, Poeta Jarbas. Digo isso com a isenção da certidão pernambucana de batismo…

  3. Jarbas Martins 2 de agosto de 2011 8:10

    oportunidade de se fazer uma releitura desse ensaísta tão original quanto equivocado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo