Google: Multa de 300 mil por escanear livros

googleO Google tem criado novos serviços com objetivos ambiciosos, e um deles é o Google Books, que se pretende que seja uma das maiores bibliotecas digitais de todos os tempos. No entanto, atingir essa meta é uma tarefa desafiadora. Desde que o Google anunciou as suas intenções com o Google Books, a indústria dos livros começou a se agitar imediatamente e muitos tomaram uma posição contra o projeto. Mesmo assim, o pessoal do mais famoso motor de busca seguiu em frente e tem conseguido assinar acordos com algumas grandes editoras, mas outros optaram por partir para a batalha.

É o que está acontecendo na França, um país em que o Google Books acaba de receber um golpe bastante expressivo: a justiça proibiu o Google de continuar a digitalizar fragmentos de livros publicados na França, aplicaram uma multa de 300.000 euros e a empresa poderá vir a ter que pagar 10.000 euros por dia até que sejam retirados do site todos os trechos de livros produzidos no país.

O Google já se manifestou quanto à decisão da justiça, disse que não concorda com a sentença do juiz e que vai recorrer da decisão. Um dos argumentos apresentados pelo porta-voz do Google contra a sentença: ”Acreditamos que mostrar um número limitado de breves extrações de livros está de acordo com as leis de direitos autorais na França bem como nos EUA. Se os leitores são capazes de pesquisar e encontrar os livros, são mais propensos a comprá-los.”

Fonte: Bitelia – ABC.es WM

ao topo