Governo paulista negociou com o PCC

“Na recriação ficcional do “dia em que São Paulo parou”, uma atenção especial é dada à negociação, sempre negada pelo governo do Estado de São Paulo, que teria ocorrido entre integrantes da cúpula da Segurança e os líderes do PCC.”

aqui

********

A dica do link veio lá do twitter de Rodrigo Levino, que pergunta: “Então o fim dos ataques do PCC em SP (2006) foi fruto de negociação com o governo do PSDB, que botava a responsabilidade deles ao PT?”

Go to TOP