GRAMÁTICA DO AMOR

Por Jóis Alberto

Sujeito e o objeto do desejo. A um desejo de objeto me sujeito? Na gramática do amor Quais são os seus predicados? A questão é lacaniana e pós-estruturalista. Bem dissimulada, não precisa psicanalista. Para ela, o importante é a agenda. Seu corpo não está à venda Mas como tem amantes na lista!

Comentários

Há 6 comentários para esta postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze − 10 =

ao topo