Grandeza e miséria do jornal

jornal“Não é necessário consultar bola de cristal para ter certeza: nos tempos de Balzac, de Machado de Assis, como nos de hoje, há só dois tipos de jornalistas: os que mentem honestamente em favor de quem os paga, e eles têm prazer em mentir honestamente – e os que distorcem a verdade a contrapelo de sua vontade, pois têm de vender o miolo da cabeça para comprar o miolo do pão de cada dia para a sagrada família.” Brasigois Felício

aqui

ao topo