H. L. Mencken, indispensável

A Cia. das Letras, através da coleção Jornalismo Literário, lançou esse mês “O livro dos insultos”, do jornalista americano H. L. Mencken, considerado um dos mais brilhantes e polêmicos da história da imprensa dos EUA. Eu li esse livro ainda quando estava na universidade. Não lembro agora qual era a editora. Recomendo com entusiasmo, principalmente, para alunos do curso e jornalistas que ainda não o leram. Mencken é um franco-atirador, escreve com conhecimento sobre quase tudo, num estilo às vezes irônico ou sarcástico, sempre corrosivo e demolidor. Um dos alvos prediletos dele é o americano médio – bem pode ser o homem médio de qualquer país -, que ele qualifica como um completo imbecil. Essa coleção tem nos brindado com algumas obras indispensáveis à prática do bom jornalismo literário, como “Hiroshima”, “O Segredo de Joe Gould”, “A Sangue Frio” e “Fama e Anonimato” (citei os que li, mas a coleção tem outros livros legais).

ao topo