Há arte demais no mundo

Por José Geraldo Couto

Caro Sérgio,

Eu hoje não estou bom, como dizia o combativo sindicalista João Ferrador, memorável criação do cartunista Laerte. Tudo isso porque uma simpática amiga virtual “postou” (detesto esse verbo, aliás) no Facebook um meloso texto apócrifo de autoajuda e o atribuiu a Carlos Drummond de Andrade.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo